Blush-se

Blush-se

7 de dez de 2015

faça junto @ arsenal de delineados & respirando pinterest

Um comentário:

Um dos melhores sentimentos que existe é a liberdade, liberdade de expressão, liberdade de escolha, mas acontece que na hora de se maquiar muita gente se prende a regras de cores, intensidade, produtos e acaba perdendo um momento muito legal de experimentar coisas novas, testar produtos com novas finalidades, criar novas combinações. O objetivo principal do faça junto é mostrar algo que possa te ajudar a experimentar outras coisas, e de jeito nenhum é ensinar algo que você deva seguir a risca e sim te mostrar várias ideias para que você crie outras, ou siga do seu jeito aquilo que você gostou (e aliás, na hora de se maquiar você não tem nenhum dever além de fazer algo que te faça bem!). 

No post de hoje o assunto é: delineado! Além de te apresentar várias formas de fazer um delineado (desde o mais basicão até o colorido duplo!), vou te ensinar uma forma fácil fácil de usar suas sombras como o próprio delineador, e te indicar uns perfis maravilhosos de beleza no Pinterest! Vamos? (: 

1. Back to basics


Apesar desse primeiro delineado ser basicão (e lindo!) ele pode ser complicadinho pra fazer com qualquer tipo de pincel de delineador, já que os mais comuns são um pouco grossos, então a minha dica é (1) fazer o traço bem com a pontinha do seu pincel ou (2) pegar só produto com um pincel de boca (que geralmente são bem finos) e aplicar normalmente. Já o segundo delineado foi feito com uma sombra bem clara e um pouco cintilante, o charme ali foi aplicar a mesma sombra embaixo da linha d'água (bem rente ao cílios), a dica é (1) aplicar com um pincel de sombra mesmo ou se você quiser um modo alternativo (2) aplicar a sombra com um cotonete (sim!) igual falei no tutorial anterior

2. O clássico 


Complementando a maquiagem ou sendo o item principal, o delineado preto básico é sempre bem vindo, é multifuncional e ajuda a "dar forma" aos olhos. Na primeira foto ele foi só complemento do esfumado marrom (que podia ser um olhão preto, um olho mais colorido ou o que você escolhesse!), já na segunda foto foi a maquiagem inteira do olho junto com um rímel e lápis claro na linha d'água!

4. Coloridão



Além de muito lindo, o delineado colorido também é fácil de fazer, ou com sombra ou com o próprio delineador colorido (confira no final do post lista de lojas que têm pra você comprar ou veja como fazer com a sua própria sombra!).  

3. Colorido (e duplo!)


Coisa mais linda! O delineado duplo em si (que geralmente é o delineado clássico preto + traço colorido) já é uma graça, mas os dois traços coloridos ficam lindos juntos. Ao contrário do delineado colorido "normal" que o traço pode ser feito só com a sombra, nesse caso fica mais difícil serem só sombras porque ao aplica-las as cores podem se misturar, então é legal que uma das cores seja de uma textura mais densa que a outra (dica: 1. delineador + sombra ou 2. sombra + sombra cremosa ou 3. delineador + sombra cremosa). Já na segunda foto o traço colorido só acompanha o finalzinho do traço preto (dica: delineador + sombra ou 2. delineador + lápis colorido ou 3. lápis preto (nesse caso) + sombra colorida). Se joga nas cores! (:

Pra se inspirar (ainda) mais: 


No pinterest o que não faltam são os painéis de beleza, o que eu mais gosto em ficar vendo esses painéis é porque você tem um acervo de ideias gigante e ali você tira várias inspirações e dicas de maquiagem, vai vendo o que você gosta e depois consegue reproduzir. Separei os painéis que eu mais gosto, pra abri-los é só clicar nas imagens! 

1. Anna Conte


2. Dawn Guarriello


3. Tudo Orna






SOMBRA COMO DELINEADO:



LÁPIS COMO DELINEADO:




Sim! Secador! É só deixar em frente a ele um pouquinho e quando terminar espere mais um pouco porque ele vai estar quente!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Gente, é isso! (:
Gostaram?
Eu adoro todas essas dicas e espero que vocês reproduzam aí também!
Beijo,




D. 

9 de out de 2015

MARIA TANGERINA // SEMANA DE MODA CONSCIENTE

Um comentário:

Meu primeiro contato com a Maria foi pelo Instagram e foi um bombardeio de coisas boas tão grande que rolei o feed da marca inteiro pra conhecer todos os produtos. No dia seguinte comprei uma bolsa maravilhosa e por conta do mundo ser tão pequeno acabei conversando pessoalmente com a Priscila, que junto com o seu sócio, o Thiago, são donos da Maria Tangerina, uma loja de produção hand made, que visa o comércio consciente e justo. 

O surgimento da marca foi bem natural, na realidade foi quando a Priscila entregou um trabalho e o professor não acreditou que ela mesma havia o feito, pediu para que ela fizesse outra e comprou, a partir daí ela começou a fazer para as amigas, paras as amigas das amigas e por aí foi. No começo a produção era por conta da própria Priscila mas com o aumento de pedidos ela não dava mais conta e foi quando ela achou o Cardume de Mães, que é "um grupo produtivo formado por mães da comunidade Campo Limpo em parceria com a ONG Projeto Arrastão e Design Possível, e são elas que cuidam da produção da Maria até hoje. Já o nome da loja.



Antes de conhecer a historia da loja eu ja era apaixonada pelo conceito de consumo que eles pregam,  mas depois de poder conversar com a Pri (íntima, haha), minha admiração pela marca só cresceu principalmente quando ela me contou que eles os materiais utilizados são pensados para que o custo final fique acessível, por exemplo, cada bolsa tem um forro estampado de um jeito porque os tecidos são comprados quando ja estão no bazar, e eu achei isso incrível, que apesar de ser um detalhe ja coopera bastante! (:

Acho que uma das partes mais legais da conversa foi ouvir da própria Priscila o por quê de comprar em lojas pequenas, nacionais, e nesse caso que visam o consumo consciente, em primeiro lugar quando você compra de marcas nacionais você ajuda o comercio brasileiro se manter e gerar novas oportunidades, e em segundo lugar quando você compra de marcas pequenas você sabe de onde veio o produto, não é algo que apareceu do nada, você sabe a origem e a sua relacao com o produtor é muito maior.


Enfim, já tenho um apego muito grande pela marca e quero todos os modelos, como faz? hahaha. Alias, próxima semana teremos uma matéria mostrando uma das bolsas, não perde!

Queria agradecer a Pri pela conversa e desejar todo o sucesso do mundo, porque vocês merecem tudo!

Grande beijo,



D.



//


7 de out de 2015

HANDMADE: por que comprar? // SEMANA DE MODA CONSCIENTE

Um comentário:

Minha pergunta depois de entender esse louco mundo têxtil foi: e agora? como eu faço pra ajudar a melhorar essa situação? E foi assim que começou a minha jornada a atras de lojas de produção artesanal e como principal ideologia o consumo consciente, e olha, de verdade, não foi nada difícil achar centenas de lojas que têm essa harmonia do produtor com o produto e com o consumidor. E quanto mais eu achava mais eu me apaixonava por todo esse universo onde o que esta em jogo não é unicamente o faturar em si, mas sim oferecer outro tipo de produto que alem de maravilhosos não prejudicam quem os produz, nem os animais e muito menos a natureza. 

Handmade é o nome dessa produção onde os produtos são feitos artesalnamente, onde existe uma relação bem mais próxima entre o produto e o produtos e onde, não necessariamente mas que em geral, os produtos não são feitos em larga escala. Tive o privilegio de conversar com a dona de uma loja com esse tipo de produção (fica de olho que essa matéria sai amanha!) e fiquei mais encantada ainda com o pensamento dessas marcas onde cada detalhe é pensado visando o melhor aproveitamento dos materiais e o preço justo. 

O mais legal de comprar desse tipo de loja não é só ter um produto praticamente exclusivo mas sim saber que aquela compra é um incentivo enorme pra marca, um investimento a longa escala que mostra que aquela iniciativa vale a pena, sabe? 

É provável que vocês tenham conhecido a iniciativa que o SEBRAE teve esse segunda-feira (5) que tinha como objetivo incentivar as pessoas a comprarem do pequeno negocio, nessa campanha alem de  apresentar as lojas todas elas estão com uma promoção pra incentivar a compra com as marcas. Eu, pessoalmente, fiquei muito feliz com tal projeto porque as vezes acabamos não comprando de marcas muito legais porque ainda não as conhecemos e isso deu uma visibilidade e tanto! 

Sintetizando, quando voce compra dessas marcas voce incentiva esse tipo de comercio, sai do ciclo de consumo de grandes marcas, que muitas das vezes possuem uma produção abusiva e entra no ciclo que valoriza quem pensa diferente, de quem cria visando a evolução e mudança da sociedade, e de quem produz sem prejudicar ao outro, seja esse "outro" a natureza, as pessoas, ou os animais. 

#compredopequeno


// 




[amanha sai a entrevista com a loja Maria Tangerina onde falamos sobre a marca, a sua origem e ideologias, sobre a importância do comercio consciente e sobre um evento que reune varias marcas com produção handmade e que vai rolar no final desse mês & sexta sai uma lista de lojas com a pegada consciente, não vai perder!]


O QUE VOCÊ VESTE? // SEMANA DE MODA CONSCIENTE

Nenhum comentário:

Não em questão de marcas ou de como você define seu estilo mas o que você realmente veste. É comum ouvir a expressão "vestir a camisa da desigualdade social", por exemplo, e a minha pergunta tem esse mesmo sentido, o que você anda apoiando com as roupas que compra? 

Como eu disse no post anterior, eu comecei a me importar com o que eu consumia só depois de assistir um documentário que mostrava, sem censuras ou delicadeza, como é o processo de produção de algumas marcas, mas sinceramente, não é nada novo, não é nada novo sabermos que existem pessoas que batalham e sofrem no nosso lugar pra que tenhamos, nesse caso, roupas muito bonitas e baratas ao mesmo tempo, mas a gente continua evitando e jogando a sujeira pra baixo do tapete, onde é mais conviniente e fácil aceitar tais coisas. Foi só quando parei pra pensar no que eu estava apoiando quando comprava roupas em certas lojas que eu me despertei e comecei a pensar como eu poderia reverter tal situação. 

A realidade é que acabamos aceitando varias coisas de modo muito fácil, e nem passa pela nossa cabeça que aquela marca super cool e bacana tem uma produção escrava. Tudo é muito camuflado, muito superficial, porem existem vários grupos que estão se mobilizando pra passar nomes de marca com esse tipo de produção pra frente, mas não com o intuito de fazer você parar de comprar lá e sim te mostrando e conscientizando pra que você mesma tire a conclusão se é saudável ou não comprar em tal loja, mesmo sabendo do histórico da marca. 


Então agora pare um pouco e pense nas suas compras recentes, ou mesmo na roupas que você tem no armário, usando elas você esta vestindo o que? 



//